Header Ad

Categories

Most Popular

Most Viewed

Ranking ABAD/Nielsen indica expectativas de investimentos

De forma geral, as empresas participantes do Ranking ABAD/Nielsen informaram que pretendem manter os investimentos em capacidade. No quesito armazenagem, essa tendência está presente nos quatro modelos de negócios. A estabilidade nos investimentos se destaca em 63% do atacado com entrega, 62% do atacado de autosserviço, 60% do atacado de balcão e 54% dos distribuidores. O mesmo acontece com frota própria: 72% do autosserviço prevê estabilidade nos investimentos, previsão compartilhada por 53% dos distribuidores e do atacado com entrega, bem como 51% do atacado de balcão. O mesmo cenário se verifica nos investimentos em empilhadeiras motorizadas. Para 66% do atacado com entrega haverá estabilidade, mesma opinião de 64% do atacado de balcão, 63% dos distribuidores e 55% do atacado de autosserviço. Finalmente, em sistema de informação, 60% do atacado com entrega pretende ampliar seus investimentos, assim como 57% dos distribuidores e 52% do atacado de autosserviço. Já 58% dos respondentes do atacado de balcão devem manter os investimentos.



Quando os quesitos são investimentos em tecnologia de gestão, novos formatos de negócio, e-commerce e telemarketing, a modalidade atacado de balcão revela estabilidade na previsão dos recursos alocados em todos eles: tecnologia de gestão (53%), novos formatos de negócio (62%), e-commerce (64%) e telemarketing (67%). A ampliação nos investimentos em tecnologia de gestão é a mais citada por distribuidores (60%), atacado com entrega (69%) e atacado de autosserviço (55%).



Em relação a novos formatos de negócio, distribuidores, com 53%, e atacado com entrega, 64%, pretendem aumentar os investimentos. Em e-commerce, apenas atacado com entrega deve ampliar os recursos destinados, com 50% das intenções. Já os investimentos em telemarketing devem crescer no atacado com entrega (50%) e nos distribuidores (47%).