Header Ad

Categories

Most Popular

Most Viewed

A tecnologia a serviço do crédito

Oferecer aos atacadistas e distribuidores a possibilidade de vender para clientes com alguma restrição de crédito sem o risco de tomar calote. Esse é o propósito da Infrapay, fintech da Infracommerce, empresa especializada em oferecer soluções que simplifiquem as operações digitais de empresas B2C ou B2B. Essa oportunidade é possível graças a uma resolução do Banco Central, que permite às empresas usar os recebíveis de seus clientes como garantia de crédito.
Fernando Marsigliesi, diretor da Infrapay, explica que, hoje, há várias tecnologias de acesso ao crédito que facilitam as transações B2C, mas poucas para o universo B2B. “Nossa proposta é usar ferramentas tecnológicas para aumentar as soluções de crédito em todos os canais de venda. Com uma oferta de crédito maior, os atacadistas e distribuidores conseguirão vender mais.”
A solução encontrada, chamada Crédito Infrapay, consiste em oferecer ao atacadista limite de crédito igual ao total de vendas do lojista via cartão de crédito. Essa operação é possível graças à edição da circular 3.952, do Banco Central, de junho de 2019, que permite utilizar o ativo financeiro composto por recebíveis de arranjo de pagamento como uma espécie de garantia contra eventuais calotes do lojista. “Todo empresário tem uma estrutura de crédito na sua área financeira, que funciona muito bem, com índices de inadimplência muito baixos. O problema não é a inadimplência. Esse indicador sozinho não significa muita coisa porque o atacadista pode ter uma inadimplência baixa mas deixa de vender para uma parte dos clientes que tem um perfil mais arriscado, inclusive, muitos lojistas que sofreram durante a pandemia para manter seus negócios funcionando”, afirma Marsigliesi.
Ao contratar o Crédito Infrapay, o empresário transfere os riscos de suas operações com clientes que tenham alguma restrição para a fintech, que vai avalizar essa operação. E como isso funciona? “Nós conseguimos nos conectar com todas as empresas que operam com as máquinas de cartão de crédito e, através da aprovação do lojista, podemos utilizar parte do valor de suas vendas para pagar uma compra que ele fez no seu fornecedor. É claro que o atacadista ou distribuidor poderia fazer isso, porém, é uma operação complexa que demanda o investimento de muito recurso e tecnologia.”
Para avalizar a operação, a Infrapay analisa quais as necessidades de garantia para cada lojista. “No pior cenário possível, vamos pegar o exemplo de um varejista com restrições no Serasa, que já esteve inadimplente no passado. Se ele conseguir nos dar uma garantia das vendas que realiza com cartão de crédito, podemos aprovar crédito para ele. Se ele puder dar uma garantia de R$ 1.000, aprovamos R$ 1.000; se der uma garantia de R$ 10 mil, recebe aprovação para R$ 10 mil. Usamos parte do sell out para garantir o sell in.”

Prazo expandido
A nova solução também permite que o prazo de pagamento oferecido pelo fornecedor ao varejista seja ampliado. Com essa opção, o lojista não precisará antecipar seus recebíveis, pagando uma taxa junto à sua operadora, para quitar a compra com o fornecedor e este poderá colocar um aumento de margem por conta do prazo dilatado de pagamento. Outra possibilidade é o agendamento de pagamentos futuros como boletos faturados e boletos parcelados via PIX. É o que a Infrapay chama de PIX Cobrança. Por trás dessa opção está uma tecnologia que permite utilizar o QR Code do PIX para o agendamento do pagamento. “Essa funcionalidade poderá substituir o boleto tradicional, permitindo que o atacadista ou distribuidor forneça ao cliente uma experiência de pagamentos muito superior, aperfeiçoando todas as funcionalidades que existem no boleto atualmente como alteração de data de vencimento e valor, cobrança de juros e multa por atraso, protesto.”
Qual o preço que o atacadista ou distribuidor vai pagar para usar as soluções do crédito Infrapay? “A taxa vai variar de acordo com o volume de negócios, mas garantimos que ela cabe no bolso desses empresários que, sabemos, trabalham com uma margem apertada. O fornecedor só terá custo se tiver receita, se vender. Não existe custo fixo”, garante Fernando Marsigliesi.
O crédito Infrapay é uma solução nativa do abastecebem.com.br, o marketplace do setor atacadista distribuidor que está sendo construído pela Infracommerce (veja matéria na página 74). Associados da ABAD que aderirem ao canal de vendas poderão contar com as facilidades dessa nova ferramenta. E Fernando Marsigliesi ressalta que ela não é exclusiva para as operações online, podendo ser utilizada, também, nas transações tradicionais, offline.